Você é bem vindo aqui!!!

Você é bem vindo aqui!!!

segunda-feira, 30 de maio de 2011

A importância da música na educação.



As cantigas fazem parte da nossa infância e é nosso dever como educadores preservá-las, incentivando nossas crianças a cantá-las, brincarem com elas. Elas não devem servir apenas para alfabetizar, as cantigas devem fazer parte do cotidiano da sala de aula. E por isso, por ser um texto memorizado, é que elas podem servir como textos auxiliares para alfabetização.
O lúdico deve estar presente nesta fase da criança, a alfabetização deve ser vista, como algo prazeroso por ela, e não com exercícios cansativos e repetitivos de cópias e sem significado para a criança. No decorrer do processos de alfabetização os erros vão sendo corrigidos, mas no início o mais importante é a criança ter o prazer em aprender a ler e a escrever.


BORBOLETINHA


Borboletinha,
tá na cozinha
Fazendo chocolate
Para madrinha

Poti-poti
Perna de Pau
Olho de vidro
E nariz de Pica-Pau
Pau, pau

Amanhã eu dou uma flor
Para alegrar o meu amor
Tchau, tchau.

O SAPO NÃO LAVA O PÉ



O sapo não lava o pé,
não lava porque não quer
Ele mora lá na lagoa
não lava o pé porque não quer
Mas que chulé!!!

TOMATINHO VERMELHO



Tomatinho Vermelho
Pela estrada rolou
Um grande caminhão veio
E o tomatinho esmagou

Coitado do tomatinho
katchup virou!

JOANINHA BAIXINHA


Joaninha é baixinha
arrasta a saia pelo chão
Ha, ha, ha, ha!

Ela é meu bem,
ela é meu bem

Se ela canta BAIXINHO 
vou cantar também!

Joaninha é baixinha
arrasta a saia pelo chão
Ha, ha, ha, ha!

Ela é meu bem,
ela é meu bem.

Se ela canta SORRINDO
vou sorrir também.

(Obs: Pode se criar vária situações no decorrer da música)

NÃO ATIRE O PAU NO GATO




Não atire o pau no gato-to
Porque isso-so
Não se faz faz faz
o Gatinho-nho
É nosso amigo-go
Não devemos
Maltratar os animais.
JAMAIS.





 A dona aranha
















A dona aranha subiu pela parede
Veio a chuva forte e a derrubou
Já passou a chuva
O sol já vem surgindo
E a  dona aranha 
Continua a subir.
Ela é teimosa
Desobediente
sobe, sobe,sobe
Nunca está contente...  


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário